Le Santé, Saúde

O Câncer de Mama na Gravidez

13 de julho de 2017

O câncer de mama na gravidez é pouco comum e acontece em apenas 1,5% dos casos. Entende-se por câncer associado à gravidez aquele diagnosticado durante a gestação e até um ano após o nascimento do bebê. O câncer diagnosticado durante a gravidez estava em desenvolvimento há algum tempo. Por outro lado, se o diagnóstico ocorre durante os 12 meses subsequentes ao parto, possivelmente iniciou-se durante o período da gestação. Fique atento se seu ginecologista e obstetra tem uma rotina de avaliação cuidadosa que inclua também as mamas durante o acompanhamento pré-natal.

Na consulta de pré-natal, os médicos desempenham um papel fundamental no diagnóstico precoce do câncer de mama. O tratamento efetivo do câncer de mama pode ser feito durante a gravidez e a equipe médica que acompanha o caso, verificará — dependendo do tipo, extensão da doença, bem como a fase de gestação em que foi diagnosticado o câncer — qual a melhor forma de proceder.

Mitos

Não há evidências de que o câncer durante o período da gravidez ou lactação afeta o desenvolvimento do bebê. Além disso, o câncer não pode ser passado para seu bebê. Não há evidência de que a criança poderá desenvolver câncer futuramente como resultado de câncer de mama durante a gravidez da mãe.

Não há evidência conclusiva também, de que o câncer de mama durante a gestação seja mais agressivo do que se ocorresse em outro momento.

Tratamentos e seu bebê

Se você está fazendo quimioterapia após o nascimento do bebê, evite a amamentação. Isto porque as drogas podem passar para o leite materno. Se você recebeu radioterapia na mama e posteriormente ficou grávida, é previsível que a mama tratada produza menos leite. Entretanto, existem alguns registros de amamentação com sucesso após a radioterapia, sem nenhum efeito para a mãe ou criança. Após mastectomia, ainda é possível amamentar a partir da mama remanescente em virtude da produção compensatória de leite nesta.

O diagnóstico precoce se mostra mais uma vez fundamental. Faça seu pré-natal corretamente e em caso de dúvidas não hesite em consultar seu médico.

 

Links relacionados: Recentemente o jornal O ESTADO DE S.PAULO publicou uma matéria intitulada “O Câncer de mama não precisa interromper sonho de ser mãe”. A notícia reporta uma pesquisa que comprova que a gestação não aumenta a chance de reincidência do tumor.